Empresas com políticas de diversidade são mais inovadoras

Imagem: Pixabay

 

Empresas com políticas que incentivam a diversidade produzem mais inovação, como registros de patentes e lançamentos de novos produtos, segundo estudo com companhias americanas.

Professores da Universidade do Estado da Carolina do Norte e da Universidade Estadual de Portland analisaram dados de mais de três mil grandes companhias de um banco de dados da empresa de pesquisa MSCI ESG, que observa políticas de atração e retenção voltadas para mulheres, minorias raciais e profissionais LGBT.

Professores da Universidade do Estado da Carolina do Norte e da Universidade Estadual de Portland analisaram dados de mais de três mil grandes companhias de um banco de dados da empresa de pesquisa MSCI ESG, que observa políticas de atração e retenção voltadas para mulheres, minorias raciais e profissionais LGBT.

Professores da Universidade do Estado da Carolina do Norte e da Universidade Estadual de Portland analisaram dados de mais de três mil grandes companhias de um banco de dados da empresa de pesquisa MSCI ESG, que observa políticas de atração e retenção voltadas para mulheres, minorias raciais e profissionais LGBT.

O estudo, publicado na revista acadêmica “Financial Management”, usou dados de registro e citação de patentes nos EUA, bem como anúncios de lançamento de novos produtos entre os anos de 2001 e 2014.

Os resultados apontam que as companhias que mais investem em políticas e práticas de diversidade e inclusão apresentam mais “eficácia inovadora”, o que eventualmente se traduz no aumento do valor da empresa. Os resultados são mais fortes durante crises econômicas e em empresas com governança corporativa, fluxo de caixa e planos de crescimento mais sólidos.

Em um período de dez anos, por exemplo, empresas com políticas de diversidade robustas promoveram dois lançamentos de produtos a mais do que as demais. “Considerando que a maioria das empresas faz em média dois anúncios de novos produtos por ano, esse é um número significativo”, diz Richard Warr, co-autor do estudo e professor de negócios da Poole College of Management, da Universidade do Estado da Carolina do Norte. “Mas ele também mostra que melhorar políticas de diversidade não contribui para a inovação do dia para a noite. Pode demorar um certo tempo para colher os benefícios”, afirma.

 

Fonte: Valor Econômico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *